O amor nos espera...

0 comentários


Existe aquele amor antigo que se faz sempre novo, ainda que o ignoremos. É assim o amor humano muitas vezes e é assim o amor divino. Uma vez nos visitado e marcado a fogo no coração parece que já não podemos nos esconder dele, não há como remodelar os passos e o caminho sem que a memória e a saudade do amor incondicional estejam presentes. O coração perambula, mendiga, esconde-se, silencia, diminui o ritmo... O amor nos olha e nos espera com alegria, o seu compasso se chama misericórdia. O retorno é sempre a melhor conquista, é sempre a melhor chegada, o grande presente de um tempo, de um contexto, de uma vida. Não há felicidade fora de Ti, Senhor, ainda que a definamos em outras coisas e pessoas. É tempo de retorno, sempre foi, porque o Amor de Deus deseja sempre fazer uma obra nova.

Ant. Marcos

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Linhas e Reticências... | TNB